sexta-feira, 6 de março de 2009

Nova realidade dos jornais impressos?

As mídias escritas estão em profunda crise. Isso não é novidade para ninguém. Entretanto, segundo o Projeto Inter-Meios, o jornal é a que mais sofre com a crise econômica internacional.

Análise do Inter-Meios (Rio e SPaulo), aponta que, além da queda do faturamento publicitário (13%, em dezembro), também os títulos têm caído. Conforme avaliação do IVC – Instituto Verificador de Circulação, dos 85 títulos diários, a queda média é de 2,3%, entre janeiro 2008/2009.

Os que tiveram maior queda foram: Extra (-19,2%), O Estado de S. Paulo (-15,4%), Aqui MG (10,7%), O Dia (-9,8%), Jornal da Tarde (-9,7%), Tribuna do Paraná (-9,1%) e O Globo (-9%).

Curiosamente, cresceram, consideravelmente: Agora São Paulo (10,2%), Expresso da Informação (28,7%) e Daqui (50,9%). Todos voltados para o público C e D.





Será que, a partir destes dados, pode-se concluir que o acesso à internet fez com que os jornais destinados às classes A e B perdessem público e, do mesmo modo, o público C e D passasse a ter acesso à mídia impressa?

1 comentários:

escalafobetico disse...

Os problemas de adaptação de muitos jornais impressos é enorme. Grandes "empresas" como os jornais do eixo Rio/São Paulo e algumas outras poucas capitais são uma exceção gigantesca. Os menores estão anos luz da nova era da comunicação.

 

  © 2009 Spiritus Litterae

DigNow.org

True Contemplation Blogger Template by M Shodiq Mustika  

BlogBlogs.Com.Br
Spiritus Litterae Technorati Profile